09/06/2012 | 11:00 | Emergência190

Emergência 190

Menina de oito anos é espancada e estuprada

Revolta e protestos marcaram a sexta-feira (08) na cidade de Mata Grande, no Sertão de Alagoas

A indignação teve origem após a constatação de que uma menor de 8 anos de idade havia sido estuprada durante a tarde da última quarta-feira (06).

O acusado, que já está preso na Delegacia da cidade, foi identificado pelo prenome de Ricardo.

A mãe da menor, Ilza Vieira da Silva, 36, detalhou como tudo aconteceu.

“Ele chegou lá em casa (um bar) em uma moto e pediu uma cachaça. Foi meu marido quem despachou. Minhas filhas viram quando ele colocou um negocio branco dentro do copo e tomou a bebida. Depois ficou perto da moto e quando minha filha (G.D.S.S.) se aproximou ele pediu um balde para poder lavar a moto em uma fonte que tem ao lado da casa. Minha filha entrou, pegou o balde e deu a ele”, disse a mulher, mostrando a dor de uma mãe, falando pausadamente e algumas vezes suspirando.

“Depois disso o Ricardo perguntou se minha filha queria R$ 50 para passear com ele na moto. Ela (G.D.S.S.) estava com uma amiguinha, filha de uma vizinha e as duas subiram na moto e saíram com aquele ordinário. Passamos a tarde toda procurando e ninguém sabia para onde elas foram”, declarou Ilza.

No final da tarde, com a ajuda de equipes da Polícia Militar (PM) uma das garotas foi localizada chorando as margens da AL-145. Foi essa menor que deu a informação que alarmou quem procurava pelos filhos de Jerônimo e Ilza.

“A menininha disse que o homem tinha empurrado ela da moto e fugiu com minha filha que tentou correr, mas foi puxada pelos cabelos”, revelou a dona de casa.

Já era noite quando os policiais chegaram à casa de Ricardo, na Rua da Palha, no bairro Colosso. No local, algo chamou a atenção. A moto do suspeito estava estacionada nos fundos da residência que estava às escuras. Foram os policiais que entraram na residência e encontraram Ricardo mantendo relações com a criança em cima da cama.

O suspeito é casado e pai de dois filhos, sendo um recém nascido. Sem reação, ele recebeu voz de prisão, enquanto que a menor foi encaminhada em estado de choque para o hospital da cidade. Devido o caso envolver estupro G.D.S.S. foi encaminhada até o Instituto Médico Legal (IML) de Arapiraca, onde foi constatado o estupro. O exame de corpo e delito também constatou que ela foi espancada no rosto e em outras partes do corpo.

“Ela falou que quando chegou à casa dele foi arrastada pelos cabelos. Depois ele ofereceu Coca-Cola e antes da menina tomar recebeu um tapa no rosto e ele começou a rasgar as roupas dela. Primeiro ele colocou o dedo na ... de minha filha e depois começou bater nela e foi quando colocou o ... nela”, confirmou a mãe.

Nervoso e sob efeitos de medicamentos o aposentado Jerônimo dos Santos, 71, pai da vítima, também deu uma entrevista mostrou sua indignação.

“Esse homem (Ricardo) dizia que eu era um pai pra ele, mas provou que é um mentiroso. Ninguém esperava que ele fizesse isso. Passei mal e fui internado. Se eu encontrar ele novamente eu não sei o que vou fazer...”, disse o homem que não suportou continuar o dialogo.

G.D.S.S. está em casa. Segundo os familiares a menina está assustada e reclama de fortes dores na cabeça. Ela também apresenta estado febril alto e tem diarreia.

Mais Imagens


Leia mais sobre Interior


Cidade alagoana sedia evento de exposição e desfile de ca...

Ato relembra trabalhadores mortos em explosão na Petrobra...

Boca da Mata ganha agência do INSS e será beneficiado pel...

Sindipetro realiza ato para lembrar mortes de trabalhador...

Prefeito Pedoca vistoria obras de pavimentação e calçamen...

Agricultor morre vítima de choque elétrico em Anadia

Procon Alagoas inova e disponibiliza contato via Whatsapp

INSS inaugura 40ª agência em Boca da Mata na quinta, 21

Semana do Trânsito começou hoje e se estende até próxima ...

Pai de empresário miguelense é encontrado morto em chácar...

Publicidade