22/10/2016 | 19:30 | Agências

Reprodução/YouTube

Candidato à prefeitura diz que 'rouba, mas não pede propina'


O último debate entre os candidatos à prefeitura de Belo Horizonte foi marcado por troca de acusações entre Alexandre Kalil (PHS) e João Leite (PSDB). Os dois bateram boca e quase trocaram socos durante a transmissão da RedeTV!, na sexta-feira (21).

Uma das frase de Kalil chamou atenção dos espectadores. Em certo momento, o candidato do PHS diz: "Eu roubo, mas não peço propina em Furnas". A frase passou despercebida pelo adversário e pelas jornalistas que mediavam o debate.

Os candidatos trocaram diversas acusações. No primeiro bloco, João Leite acusou Kalil de receber R$ 50 milhões do atual prefeito, Márcio Lacerda. O ex-presidente do Galo retrucou dizendo que o tucano empregou familiares na administração pública.

"Eu pensava que você fosse outra coisa. Eu até te beijaria", disse Leite. "Beijo, se não for de filho, é de gângster ou traidor. Então, não quero seu beijo", respondeu o candidato do PHS.

Os políticos pouco debateram sobre propostas para a administração municipal. Ao fim do debate, João Leite disse que pretende processar o adversário por calúnia e difamação, de acordo com informações do portal Metrópoles.


Leia mais sobre Eleições 2016


Após julgamento de recurso, TRE preserva mandato do prefe...

Eleitores que faltaram às três últimas eleições terão até...

Justiça eleitoral diploma prefeitos e vereadores de São M...

Após contagem de votos, eleição para prefeito segue indef...

Só perde quem não pode esperar

Alagoano de Pão de Açúcar é eleito prefeito de Aracaju

Sete derrotas em 7 cidades: 2º turno confirma derrocada d...

Rui Palmeira derrota Cicero e é reeleito prefeito de Maceió

Cícero Almeida vota no Iate Clube Pajuçara

Pesquisa Ibope revela que Rui Palmeira deve vencer eleiçõ...

Publicidade