Eleições 2016


22/10/2016 | 19:30 | Agências

Candidato à prefeitura diz que 'rouba, mas não pede propina'


Reprodução/YouTube


O último debate entre os candidatos à prefeitura de Belo Horizonte foi marcado por troca de acusações entre Alexandre Kalil (PHS) e João Leite (PSDB). Os dois bateram boca e quase trocaram socos durante a transmissão da RedeTV!, na sexta-feira (21).

Uma das frase de Kalil chamou atenção dos espectadores. Em certo momento, o candidato do PHS diz: "Eu roubo, mas não peço propina em Furnas". A frase passou despercebida pelo adversário e pelas jornalistas que mediavam o debate.

Os candidatos trocaram diversas acusações. No primeiro bloco, João Leite acusou Kalil de receber R$ 50 milhões do atual prefeito, Márcio Lacerda. O ex-presidente do Galo retrucou dizendo que o tucano empregou familiares na administração pública.

"Eu pensava que você fosse outra coisa. Eu até te beijaria", disse Leite. "Beijo, se não for de filho, é de gângster ou traidor. Então, não quero seu beijo", respondeu o candidato do PHS.

Os políticos pouco debateram sobre propostas para a administração municipal. Ao fim do debate, João Leite disse que pretende processar o adversário por calúnia e difamação, de acordo com informações do portal Metrópoles.

Publicidade
Associação Comercial Empresarial Miguelense

0

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vedada a inserção de comentários que contenham palavras torpes e que violem a lei e os bons costumes. O AlagoasWeb poderá retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Deixe seu comentário