Eleições 2016


29/10/2016 | 08:15 | AlagoasWeb | Por JC Nicácio

Pesquisa Ibope revela que Rui Palmeira deve vencer eleições com folga contra Cicero Almeida

Rui Palmeira tem 64% e Cícero Almeida, 36%

Foto montagem

Rui Palmeira(esq) tem 64% e Cícero Almeida, 36%


Pesquisa Ibope divulgada nesta sexta-feira (28), a segunda feita pelo instituto neste segundo turno das eleições para Prefeitura de Maceió, revela uma vitória folgada do candidato Rui Palmeira, do PSDB.

Segundo a pesquisa, Rui tem 64% das intenções de voto validos contra 36% de Almeida, candidato do PMDB. Pela margem de erro, Palmeira teria entre 60% e 68%, já Cicero entre 32% e 40%.

Na pesquisa anterior, Rui Palmeira tinha 67% e Cícero Almeida, 33%.

O cálculo dos votos válidos é feito mediante a exclusão dos votos brancos, nulos e os eleitores que se declaram indecisos. Baseado no mesmo procedimento da Justiça Eleitoral ao divulgar o resultado oficial da eleição.

O nível de confiança da pesquisa é de 95%. De acordo com o Ibope, isso significa que, considerando a margem de erro, a chance de o resultado retratar a realidade é de 95%. A margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos.

Considerando votos totais:
– Rui Palmeira (PSDB): 54% (pela margem de erro, entre 50% e 58%)
– Cícero Almeida (PMDB): 31% (entre 27% e 35%)
– Branco/nulo/nenhum: 12%
– Não sabe/não respondeu: 3%

No levantamento anterior, Rui Palmeira tinha 56% e Cícero 28%.

O Ibope ouviu 602 eleitores entre os dias 25 a 27 de outubro em Maceió. A pesquisa eleitoral foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE-AL) sob o protocolo AL-03776/2016.

O levantamento do instituto foi encomendado pela TV Gazeta de Alagoas.

Publicidade
Associação Comercial Empresarial Miguelense

0

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vedada a inserção de comentários que contenham palavras torpes e que violem a lei e os bons costumes. O AlagoasWeb poderá retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Deixe seu comentário