03/01/2017 | 20:50 | AlagoasWeb | JC Nicácio

Reprodução

Vereador é levado algemado e sob escolta policial para tomar posse


Como se não bastasse o caso do prefeito alagoano acusado de pedofilia ser empossado e retornar para o presidio, na cidade de Caratinga, em Minas Gerais, um vereador foi levado sob escolta policial até a Câmara do município para assumir uma das cadeiras da casa legislativa.

Ronilson Marcílio Alves, de 42 anos, foi reeleito com 854 votos, como 4ª vereador mais votado do município. O parlamentar chegou a local da posse escoltado pela polícia, vestindo uniforme prisional e algemado.

O vereador do PTB foi preso em dezembro, acusado de extorquir um padre.

Para ser diplomado, o parlamentar usou de um direito, constituiu um procurador que recebeu do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE/ MG) as prerrogativas de tomar posse no primeiro dia do ano.

Leia também

Acusado de estupro, prefeito alagoano toma posse e volta à prisão


Mais Imagens


Leia mais sobre Política


Governo defende no STF aposentadoria especial para deputa...

Lava Jato amplia cerco a Lula com mais 6 apurações

Lula lidera intenção de voto, mas Bolsonaro cresce em seg...

Joesley diz estar preso porque 'mexeu com poderosos'

Secretário de São Miguel é eleito representante regional ...

Funaro: Temer recebeu e negociou propina

Dilma, Lula, Gleisi e outros cinco petistas são denunciad...

Avião que levava deputados faz pouso de emergência no MT

Clima de 2ª denúncia mina base de Temer

Joesley chama Temer de 'ladrão' e diz que presidente não ...

Publicidade