Bizarro


21/02/2017 | 17:00 | Vistase

Vereador contra vaquejada sugere que colega substitua o boi

Nem todos os nordestinos são a favor da prática

Reprodução


Sempre que se fala em vaquejada, atividade que acontece principalmente nos estados do nordeste, fica a impressão de que toda a população daquela região é a favor deste tipo de evento.

Uma das regiões com mais eventos de vaquejada do país é o interior do estado da Paraíba. E é exatamente de lá, mais precisamente da cidade de Campina Grande, o parlamentar que ilustra esta matéria.

Olímpio Oliveira (Facebook) é um vereador com bons projetos em relação aos animais como uma grande reforma no CCZ local, incentivo ao controle populacional de animais gratuito e outros. Recentemente, em entrevista à rádio Curité, Olímpio se mostrou insatisfeito com a forma como a PEC 50/2016 está sendo tratada.

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 50/2016 em questão regulariza as vaquejadas em todo o país e tem sido amplamente falada aqui no Vista-se (relembre aqui).

“A proposta que tem o objetivo de perdoar a dívida dos pequenos agricultores do Nordeste, que estão endividados e que o gado morreu de sede e fome da seca, está dormindo desde 2011. Essa PEC foi aprovada em quatro meses como se a prioridade da Paraíba e do Nordeste fosse a vaquejada. Eu discordo disso.” – disse Olímpio.

Sobre o Senado ter ignorado a opinião da maior parte dos brasileiros, o vereador também foi duro.

“Não ouviu a própria consulta popular feita pelo próprio Senado de 63.405 brasileiros disseram que eram contra a aprovação, apenas 17.728 disseram que eram a favor. O parlamentar que não escuta a voz do povo, lamentavelmente, está perdido no tempo e no espaço.” – disse.

Há algumas semanas, outro vereador de Campina Grande-PB, Lula Cabral (PMB), defendeu a vaquejada. Olímpio, então sugeriu que o colega ficasse no lugar do boi, já que ele acha que não há violência.

“Quem duvidar, vai ficar no lugar do boi. Eu proponho a ele (Lula Cabral) a troca.” – concluiu.

Publicidade
Associação Comercial Empresarial Miguelense

0

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vedada a inserção de comentários que contenham palavras torpes e que violem a lei e os bons costumes. O AlagoasWeb poderá retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Deixe seu comentário