23/02/2017 | 08:20 | Agências

Divulgação/SAP

Mulher é flagrada com quase 10m de fio de cobre na genitália

Ela tentou entrar em presídio com nada menos do que 33 fones de ouvidos, 17 cabos conectores para fones de ouvido e 9,6 metros de fio de cobre flexível

De acordo com informações da Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo (SAP), divulgadas nesta quarta-feira (22), o detector de metais da Penitenciária de Martinópolis, no interior de São Paulo, foi acionado na entrada de uma visitante que escondia nada menos do que 33 fones de ouvidos, 17 cabos conectores para fones de ouvido e 9,6 metros de fio de cobre flexível escondidos nas partes íntimas.

Segundo o G1, quando identificada a presença de metais no corpo da mulher, ela confessou que levava os itens escondidos em um invólucro na sua genitália.

Após retirado, ela foi levada para a Delegacia da Polícia Civil, onde foi registrado um boletim de ocorrência. Na sequência, a mulher foi liberada.

“Também foi instaurado procedimento disciplinar para apurar a cumplicidade do preso que receberia os materiais, já que a visitante é companheira do sentenciado que cumpre pena no local. Deve-se observar que pessoas flagradas tentando adentrar com objetos ilícitos em unidades prisionais são automaticamente excluídas do rol de visita”, contou a SAP à reportagem.


Leia mais sobre Bizarro


Estranha criatura de dentes afiados é encontrada em praia...

Recém-nascida é abandonada em mochila com bilhete: 'Cuide...

Idoso de 70 anos é detido após abusar sexualmente de cadela

Para manter a família, professor com pós-doutorado pede e...

Mulher quase morre ao introduzir serpente em parte íntima

Pastor condenado pede proteção a Temer contra 'macumbaria...

Mulher é velada viva na Bolívia; 3 pessoas são presas

'Não atire', papagaio testemunha assassinato e conta tudo

Despacho com galinhas mortas vira caso de polícia na Itália

Homem é flagrado estuprando cadela e revolta população

Publicidade