01/03/2017 | 12:35 | Noticias ao Minuto

Reprodução

Mulher é queimada viva por suposto pastor da Assembleia de Deus

De acordo com os familiares da vítima, Vilma Trujillo García, de 25 anos, foi jogada em uma fogueira sob a acusação de estar 'possuída'

Uma mulher vítima de um ataque religioso morreu, nesta terça-feira (28), em um hospital em Nicarágua após não suportar as queimaduras em todo o corpo.

De acordo com os familiares da vítima, Vilma Trujillo García, de 25 anos, foi jogada em uma fogueira sob a acusação de estar "possuída".

A jovem, de acordo com a mídia local, teria sido submetida a um ritual por Juan Gregorio Rocha Romero, que se fazia passar por pastor da Igreja da Assembleia de Deus.

No entanto, o presidente da Assembleia de Deus, Rafael Arista, negou ao Canal 15 de Manágua que Romero fosse membro de sua congregação e rejeitou qualquer vínculo com o crime.

Segundo informações da EFE, a Polícia Nacional prendeu Romero e mais quatro supostos cúmplices.

O crime aconteceu na comunidade rural de El Cortezal, no município de Rosita, na Região Autônoma Caribe Norte (RACN), no nordeste da Nicarágua.


Leia mais sobre Religião


Adolescente morre ao cair em lago congelado, mas ressusci...

Papa envia mensagem para devotos de Nossa Senhora Aparecida

Grupos de religião afro querem o fim de igrejas em presídios

Evangélicos protestam contra outra exposição de arte porn...

'Jesus transgênero': juiz barra peça por vilipêndio e ult...

Ossos do apóstolo Pedro teriam sido descobertos em Roma

Pesquisa revela que católicos e evangélicos estão mais 'p...

Bíblia fica intacta após casa ser incendiada

Papa questiona fé de cristãos que consultam horóscopos e ...

Achado local onde Jesus teria multiplicado pães e peixes

Publicidade