Geral


03/03/2017 | 14:26 | Assessoria

IML cumpre Termo de Conduta e encerra exumações no Divina Pastora

Órgão irá sugerir projeto de lei para normatizar procedimentos em todo Estado

Assessoria


A equipe do Instituto de Medicina Legal Estácio de Lima, responsável pelas exumações  em covas de corpos de indigentes, concluiu os trabalhos nesta sexta-feira (3), no cemitério municipal Divina Pastora, no bairro do Rio Novo. Foram feitas 13 escavações para retirada de ossos e no espaço vago foram sepultados a mesma quantidade de corpos que se encontravam no Instituto Médico Legal (IML) de Maceió aguardando vagas.

O mutirão para exumações e sepultamento foi uma das ações  firmada por meio de um Termo de Ajustamento  de Conduta (TAC), assinado no Ministério Público de Alagoas. Os corpos exumados foram sepultados em 2011 e os inumados tinham mais de 30 dias no IML, prazo estipulado pelo órgão para identificação por familiares.

O perito médico-legista Kleber Santana, coordenador dos trabalhos, explicou que nesses dois dias o trabalho se concentrou em uma área do cemitério destinada ao IML onde são enterrados os corpos de indigentes. Após identificar as covas, as ossadas são retiradas, ensacadas e transferidas para os ossuários.

“Com a finalização desse segundo dia, conseguimos cumprir a meta estipulada pelo o TAC, mas isso não garante definitivamente a disponibilidade de vagas para sepultar corpos de indigentes. Por isso, iremos sugerir na próxima reunião com o Ministério Público a necessidade de criar uma normatização e, posteriormente, uma lei estadual para definir as regras para esse tipo de exumação”, afirmou o legista.

Dos trezes corpos, duas eram ossadas e já foram direto para o ossuário do cemitério. Com as exumações e os sepultamentos realizados nesta sexta-feira, restaram no IML apenas sete corpos que entraram após a assinatura do termo e que esperam o prazo estipulado pelo órgão para a identificação oficial feita por familiares ou exames de necropapiloscopia e DNA forense.

Além de Kleber Santana participaram das exumações o também médico legista Luiz Mansur, a odontolegista Roseli Ikeda, o técnico forense Gildo Lucena e três auxiliares de apoio.

Publicidade
Servcon - Contabilidade & Consultoria

0

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vedada a inserção de comentários que contenham palavras torpes e que violem a lei e os bons costumes. O AlagoasWeb poderá retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Deixe seu comentário