07/03/2017 | 15:20 | TJ/AL

Reprodução

Júri absolvi homem acusado de tentar matar a mulher

Jurados reconheceram a materialidade, a autoria do crime e a tentativa de homicídio, mas absolveram o acusado por clemência

O réu Benedito Cláudio Soares Bandeira, acusado de tentar matar Marcilene Vieira de Araújo, no dia 16 de outubro de 2010, foi absolvido durante júri popular promovido pela 8ª Vara Criminal da Capital. Os jurados reconheceram a materialidade, a autoria do crime e a tentativa de homicídio, mas absolveram o acusado por clemência. O julgamento foi conduzido pelo Juiz John Silas da Silva, na tarde dessa segunda-feira (6).
/>
Crime
De acordo com a denúncia oferecida pelo Ministério Público (MP/AL), o réu desferiu diversos golpes de faca contra a vítima, próximo a um supermercado no bairro da Cambona. Marcilene Vieira foi socorrida por seus familiares e por uma vizinha.

A vítima afirmou, em depoimento, que estava separada do acusado há poucos dias, quando ele foi levar mantimentos para a filha do casal. Ainda segundo Marcilene, o réu quis ter relações sexuais, mas ela não aceitou. Inconformado, Benedito teria pegado uma faca e desferido golpes enquanto a xingava.

Em sua versão, o réu contou que estava na casa da mãe da vítima no dia do crime, quando Marcilene começou a insultá-lo. Ele, então, foi buscar uma faca e quando a vítima estava no quarto da avó ele se aproximou e desferiu contra ela três golpes, fugindo do local após o fato.


Leia mais sobre Justiça


Justiça Federal condena Sergio Cabral a 45 anos de prisão

Acusados de matar criança de 5 anos em Maribondo vão a jú...

Professor que comparou cerveja escura a mulher negra se t...

Fachin aguarda decisão do plenário do STF para enviar den...

Empresário é condenado a 57 anos por transmitir estupro d...

Justiça condena Supermercado Extra a indenizar cliente ac...

Lula diz que Palocci é calculista, frio e simulador

Pedido de vista adia julgamento de prisão de prefeito de ...

São Miguel dos Campos e mais quatro municípios aderem ao ...

MPF denuncia Lula, Gilberto Carvalho e mais cinco na Oper...

Publicidade