Fechar

Interior


15/03/2017 | 20:55 | AlagoasWeb | Por JC Nicácio

Sem combustível, Samu para em São Miguel dos Campos, Teotônio Vilela e Coruripe

Mudança no sistema de abastecimento do Governo do Estado deixou unidades de socorro sem combustível

AlagoasWeb/Arquivo

Base do Samu em São Miguel dos Campos


Pelo menos três grandes cidades do interior de Alagoas estão sem cobertura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). São Miguel dos Campos, Coruripe e Teotônio Vilela, estão com as unidades de socorro paradas por falta de combustível.

O problema, segundo informações dos socorristas, é do Governo do Estado, que alterou a forma de abastecimento dos carros oficiais e deixou sem combustível o serviço de socorro.

Em São Miguel dos Campos e Teotônio Vilela, cidades localizadas as margens da rodovia federal BR 101, o serviço é de primordial importância, “são mudança que só trazem prejuízos a população”, reclamou um internauta ao escrever para redação do AlagoasWeb falando sobre problema.

Caso haja necessidade de algum socorro na região, será necessário deslocar unidades de outras cidades, como Maceió ou Arapiraca.

Além das cidades informadas, outras oito estão com o serviço prejudicado: Atalaia, Barra de Santo Antônio, Colônia de Leopoldina, Porto Calvo, São Miguel dos Milagres, Viçosa, Rio Largo e São Luiz do Quitunde.

A reportagem tentou contato com a Central do serviço em Alagoas, mas o telefone não atendeu.

Após tomar conhecimento do problema, o prefeito de São Miguel dos Campos, Pedro Ricardo (Pedoca), autorizou o abastecimento, “a unidade deve abastecer imediatamente, informou por telefone a assessoria de Pedoca a reportagem”.

atualizado em 16/03 às 09h11

Publicidade
Associação Comercial Empresarial Miguelense

0

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vedada a inserção de comentários que contenham palavras torpes e que violem a lei e os bons costumes. O AlagoasWeb poderá retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Deixe seu comentário