18/03/2017 | 09:05 | Agência Brasil

Ilustração

Gás de cozinha fica mais caro em quase 10%


A Petrobras aumentou em 9,8%, em média, os preços dos botijões de até 13 kg de gás liquefeito de petróleo para uso residencial (GLP P-13). O reajuste entrará em vigor às 0h de terça-feira (21). O último reajuste realizado pela companhia foi em 1º de setembro de 2015. A empresa alertou que a correção divulgada hoje (17) não se aplica ao GLP de uso industrial.

A Petrobras destacou ainda que as revisões dos preços feitas para as refinarias podem ou não se refletir no preço final ao consumidor, uma vez que, de acordo com a legislação, há liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados. “Isso dependerá de repasses feitos especialmente por distribuidoras e revendedores”, apontou a empresa na nota de informação do aumento.

Pelos cálculos da companhia, se o reajuste for repassado, integralmente, aos consumidores, o preço do botijão de GLP P-13 pode ter alta de 3,1% ou cerca de R$ 1,76. “Isso se forem mantidas as margens de distribuição e de revenda e as alíquotas de tributos”. Ainda conforme a nota, o ajuste foi aplicado sobre os preços praticados pela Petrobras sem incidência de tributos.


Leia mais sobre Economia


Contribuintes de Alagoas ganham condições especiais para ...

Cerca de 40% dos brasileiros usaram FGTS para pagar dívidas

Alagoas completa 200 anos com mais de 150 mil empresas co...

Trabalhadores nascidos em setembro podem receber o abono ...

Preço médio da gasolina sobe e atinge recorde de R$ 3,85 ...

Receita Federal notifica micro e pequenas empresas devedoras

Petrobras faz novo reajuste e gasolina já sobe mais 2,6%

Copom reduz juros básicos da economia para 8,25%, menor n...

Amanhã: Botijão de gás de cozinha ficará 12,2% mais caro

Copom inicia reunião e mercado espera que juros caiam par...

Publicidade