Tecnologia


22/03/2017 | 20:10 | Olhar Digital

Confira tudo o que o Google prometeu para os brasileiros em evento nesta quarta


Reprodução

Google Meu Negócio é uma das novidades


O Google organizou um grande evento nesta quarta-feira, 22, em São Paulo, chamado Google for Brasil, para dar alguns recados ao público brasileiro. Compareceram mais de 400 pessoas, entre jornalistas e executivos parceiros da empresa, para uma apresentação que contou com líderes do Google vindos diretamente dos Estados Unidos e até com um pequeno show do músico Paulinho da Viola.

Ao todo, foram feitos 10 anúncios voltados diretamente para os brasileiros - alguns dos quais você já conferiu aqui no Olhar Digital. Agora decidimos separar com mais detalhes tudo o que o Google revelou (e, principalmente, o que ele não revelou) sobre as novidades em seus produtos que estão (ou não estão) chegando ao Brasil em breve.

1. Google Assistente em português
Há algumas semanas o Google começou a liberar seu sistema de inteligência artificial, o Google Assistente, para todo celular Android Marshmallow ou Android Nougat do mundo. O problema é que, até agora, o Brasil continua de fora dessa expansão, principalmente por um pequeno obstáculo: o nosso idioma.

Nesta quarta, o vice-presidente do serviço de buscas do Google, o indiano Ben Gomes, prometeu que o Assistente está sendo traduzido para o português e deve chegar a Androids do país "em breve". Uma data específica não foi divulgada. Por enquanto, o Assistente só pode ser usado através do app de mensagens Google Allo.

2. Novidades do Google Allo
O Allo, também conhecido como o "WhatsApp do Google", também ganhou novidades no evento desta quarta. A primeira delas foi a chegada das expressões inteligentes em português. Baseado nas palavras que o usuário digitar, o app agora é capaz de encontrar emojis ou stickers que correspondam ao conteúdo da sua mensagem.

Por exemplo: se você digitar "eu te amo", o próprio Allo sugere um sticker ou emoji de coração. Assim, o Google espera que os usuários não precisem mais gastar tanto tempo procurando o emoji certo para aquela conversa numa galeria repleta de imagens. Além disso, o aplicativo recebe nesta semana quatro novos pacotes de stickers exclusivos para o Brasil.

Para finalizar, o Allo agora permite também o envio de arquivos em conversas de grupo, recurso que, por enquanto, está liberado apenas para Android. Podem ser enviados arquivos nos formatos .pdf, .docs, .apk, .zip e .mp3.

3. Posts dentro do aplicativo de Busca
O app de buscas do Google também ganhou novos recursos. O principal deles, revelado durante o evento desta quarta, é que agora empresas e entidades poderão fazer posts em seus resultados de pesquisas. O primeiro parceiro da iniciativa é o Museu de Arte de São Paulo, o Masp.

Quando o usuário fizer uma busca sobre o Masp no app do Google no celular, agora ele verá algumas postagens feitas pelo próprio museu com informações importantes. São notícias, feitas pelo próprio Masp, sobre novas exposições, mudanças de horários ou apenas informações curiosas sobre as obras em cartaz.

Esses posts ficam dentro do aplicativo do Google, e não levam o usuário a uma página da web. Assim, o Google promete trazer informações precisas e confiáveis, diretamente da fonte, para o público do app. Clubes de futebol e até músicos, como a cantora Vanessa da Mata, podem passar a fazer esses posts na Busca dentro das próximas semanas e meses.

4. Google Arts & Culture
Mais um fruto da parceria entre Google e Masp pode ser visto na plataforma Arts & Culture. Trata-se de um aplicativo, para a web e celular, que agrega obras de arte, coleções e histórias sobre movimentos artísticos de todo o mundo. Agora, o acervo do Masp também faz parte do catálogo.

A colaboração permitirá que os usuários naveguem pelos mais de mil itens oferecidos pelo Masp à plataforma, por diversos filtros diferentes e até em realidade virtual. Mais de 20 pinturas foram digitalizadas pelo próprio Google e podem ser vistas em alta resolução pelo app, disponível para Android e iOS.

5. Google Duo
Outro aplicativo de comunicação do Google também ganhou novidades. Trata-se do Duo, app de videochamadas a um toque que agora também permite chamadas apenas por áudio. O recurso está disponível, a princípio, apenas para os usuários brasileiros.

6. Google Fotos
Manjari Bhatia, a brasileira que cresceu na Índia e hoje é diretora global do Google Fotos, também esteve presente no evento. A executiva trouxe novidades para os usuários do serviço de gerenciamento e backup de fotos, que tornam o app mais eficaz em conexões de internet ruins.

Agora, quando a conexão estiver lenta ou falha, o app vai salvar as fotos do usuário na nuvem em baixa resolução. Quando a internet melhorar, o próprio Google Fotos substitui as imagens em baixa por versões em alta resolução automaticamente.

O mesmo vale para o compartilhamento de fotos. Quando você quiser mandar uma foto para alguém usando o Google Fotos, o app vai enviar uma versão em baixa resolução para o seu contato, caso você esteja em uma conexão ruim, e vai substituí-la por uma versão melhor quando a internet melhorar. Tudo automaticamente.

7. Mais dinheiro para a educação
Jorge Paulo Lemann, empresário internacional e um dos homens mais ricos do Brasil, também marcou presença no evento de hoje do Google. O bilionário, através da Fundação Lemann, fechou uma parceria com o Google para doar R$ 15,8 milhões de reais em investimentos à educação brasileira.

Através das fundações Google.org e Associação Nova Escola, esse dinheiro será empregado em soluções tecnológicas para professores e alunos de todo o país. O obejtivo é desenvolver milhares de planos de aulas digitais, vídeos e outros materiais para ajudar professores a criar novas experiências de ensino.

O investimento faz parte de um plano maior do Google, que é o de injetar US$ 50 milhões em organizações não-governamentais ao redor do mundo pelos próximos dois anos. O objetivo é ajudar essas organizações a desenvolver soluções tecnológicas "para preencher as lacunas" na educação tradicional.

8. Google Meu Negócio
O Google também trouxe novidades para os empreendedores e donos de pequenos negócios no Brasil. Trata-se da plataforma Google Meu Negócio, que permitirá a esses pequenos empresários criar seus próprios websites de forma gratuita e hospedados nos servidores do Google.

As ferramentas de criação de sites são bem simples, com o único objetivo de garantir que esses pequenos negócios - como um salão de beleza de bairro, por exemplo - possam garantir sua presença online sem precisar gastar no desenvolvimento de um site completo.

A plataforma já está em teste com 50 empresas brasileiras. Os sites serão feitos já otimizados para a visualização em dispositivos móveis, e a maior parte da criação poderá ser feita normalmente pelo celular. Quem quiser receber um convite para participar da temporada de testes pode preencher um formulário em g.co/meunegocio.

9. Google Maps
Também foram anunciados novos recursos para o Maps, principal app de localização do Google. O primeiro deles é o novo sistema de compartilhamento de local, em que um usuário pode transmitir para outro sua exata posição no mapa, em tempo real.

Outra novidade foi a adição de territórios indígenas no Maps. Em parceria com a Fundação Nacional do Índio (Funai), agora é possível ver, pelo app, todas as áreas reservadas para a população indígena do país: 472 territórios, com mais de 500 mil habitantes, cobrindo 13% do território nacional.

Outra novidade foi a chegada do Cabify ao planejamento de viagens do Maps. Assim como já era possível conferir carros da Uber e da 99 diretamente pelo app de mapas do Google, agora é possível também solicitar um carro do serviço rival, o Cabify, diretamente pelo aplicativo, selecionando a opção de transporte privado no preview de rotas.

10. Waze Carpool no Brasil
Waze foi o tema que mais agitou o evento desta quarta. Segundo o Google, o app de GPS vai ganhar até o fim do ano o recurso Carpool, funcionalidade que permite que os motoristas ofereçam caronas para outros usuários da plataforma indo na mesma direção.

Ao utilizar o app, o motorista vai traçar uma rota de onde está até o destino. Com isso, outros usuários poderão ver onde o carro vai passar e solicitar uma carona. Tudo o que o carona precisa fazer é ajudar a pagar os gastos com conbustível, calculados pelo próprio Waze.

O Google garante que não se trata de uma disputa com a Uber, já que o Waze não oferece oportunidade de lucro para quem oferece carona. A ideia, segundo a empresa, é apenas ajudar o motorista a reduzir gastos e ainda desafogar o trânsito. Só o que o Google não revelou é quando o serviço vai começar a funcionar.

11. Hardware
Em uma conversa a portas fechadas com jornalistas, o brasileiro Mário Queiroz, vice-presidente de produto do Google, falou um pouco sobre o investimento da empresa em hardware. Ele é responsável pela divisão que criou o Chromecast e também está ligado ao desenvolvimento do smartphone Pixel e do assistente doméstico Home.

Perguntado sobre quando esses aparelhos chegam ao Brasil, se é que um dia isso vai acontecer, Queiroz despistou. O executivo disse apenas que o Google tem interesse em expandir sua oferta de hardware para outros mercados e que o Brasil pode (ou não) estar entre eles no futuro. Por enquanto, porém, nada de promessas.

Publicidade
Associação Comercial Empresarial Miguelense

0

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vedada a inserção de comentários que contenham palavras torpes e que violem a lei e os bons costumes. O AlagoasWeb poderá retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Deixe seu comentário