17/04/2017 | 10:25 | Assessoria

Assessoria

Espetáculo sobre os ‘causos do sertão’ chega a Maceió no fim do mês

‘Vinte Motes na Cacunda’ estrelado por Jessier Quirino é uma homenagem ao Nordeste

Com 20 anos de carreira, o poeta paraibano Jessier Quirino já contou em verso, prosa e canções muitos ‘causos’ do sertão. Para comemorar esse feito, o artista conta algumas dessas histórias no espetáculo Vinte Motes na Cacunda, apresentado nos dias 28 e 29 de abril às 20h no Teatro Deodoro.

Um vivenciador e expoente da cultura nordestina o espetáculo explora temas variados do vasto repertório de músicas, poesias, causos e tiradas engraçadas do ventre do povo. O estilo próprio do artista paraibano prende o público de forma peculiar. Como bom contador de histórias, aproveita os “motes” e descreve fatos curiosos do processo criativo e até histórias de vivência pessoal.

Com isso, Jessier traz um programa de rádio como parte do espetáculo, além de um cenário com o qual é possível contracenar de “A Hora do Manguzá”, uma impagável tradução de palco de um desses programas vespertinos onde o animador anuncia “Manguzás Dançantes”, fala com o ouvinte, manda recado em forma de propagandas, num contraponto hilário do Sertão de ontem (que defende) e modismos contemporâneos.

Falar do sertão sem soar pesado e triste é quase um desafio pelo estigma que permeia a região, porém, pelo olhar do poeta, a história do matuto sertanejo ganha ares de heroísmo. Quando pequeno, a partir das histórias que ouvía, tinha na cabeça uma imagem do vaqueiro que desbravava essas terras vinculada aos grandes heróis medievais.

Plural, o artista passeia por vários estilos nessa trajetória de reverência ao interior. Poesia, teatro, música, tudo veio da influência do rádio, explica o artista. “Na minha juventude o rádio era muito presente, e ele provocava a imaginação, diferente da TV”.

O espetáculo é composto de um grande cenário com personagens marcantes da vida interiorana e apresenta-se acompanhado de dois músicos: Roberto Muniz e Arnaud Neto, que revezam vários instrumentos e tornam-se orquestra. Em cena, Quirino brinca com os gestos, com a melodia e com as palavras, mostrando que carrega muito mais que 20 Motes na cacunda. 
 
Serviço:
Espetáculo ‘Vinte Motes na Cacunda’ de Jessier Quirino
 
Datas: 28 e 29 de abril
Hora: 20h
Local: Teatro Deodoro
Entrada: R$ 35 (meia-entrada) R$40 (Lote social) e R$ 70 (inteira)
Locais de venda: Chilli Beans no Maceió Shopping (dinheiro ou cartão em até 3x sem juros) Viva Alagoas (apenas dinheiro) ou on-line pelo link www.sympla.com.br/jessierquirino (boleto ou cartão em até 10x)
Censura: Livre
Realização: Luma Entretenimento


Leia mais sobre Cultura


Sargento da Polícia Militar de Alagoas lança livro na 8ª ...

Governo do Estado registra dois novos patrimônios vivos d...

Autora alagoana Catarina Muniz lança romance erótico na X...

'As vozes do Forró das Antigas' se reúnem em grande show ...

Artista alagoano está entre os selecionados para a premia...

Alagoana de São Miguel dos Campos é primeiro lugar em Con...

Circuito Musical do Sesc traz grupos de Coco de Roda a Al...

Biblioteca Pública e Projeto Maktub promovem intercâmbio ...

Espetáculo comemora 45 anos do Ballet Emília Vasconcelos

Cantor Fábio Júnior inaugura temporada de shows na Spazio...

Publicidade