Polícia


20/04/2017 | 13:55 | AlagoasWeb | Por JC Nicácio

Chefe do tráfico de drogas morre em confronto com a polícia em Teotônio Vilela

‘Baiano’ é acusado de ordenar a morte de várias pessoas

AlagoasWeb/Arquivo

‘Bruno Baiano’ é acusado de ordenar a morte de dezenas de pessoas


O homem apontado como chefe de uma facção criminosa que controlava o tráfico de drogas na cidade de Teotônio Vilela, morreu na manhã desta quinta-feira (20), em um confronto com a polícia durante uma operação.

Carlos Bruno Germano da Silva, vulgo ‘Bruno Baiano’, de 27 anos, morreu após reagir a prisão. Um segundo homem, identificado apenas como ‘Ramon’, supostamente o ‘braço direito’ de ‘Baiano’, também morreu no confronto.

De acordo com a polícia, ‘Bruno Baiano’ é acusado de ordenar a morte de dezenas de pessoas na cidade. “Era temido pela frieza com que matava em qualquer situação”, esclareceu a reportagem do AlagoasWeb um dos policiais que participou da ação.

O homem já tinha passagem pela polícia por outros crimes, além de homicídios, roubo de veículos, a estabelecimentos comerciais e pessoas, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, reveja: PM prende dupla que aterrorizava a região de Luziápolis e Teotônio Vilela

Além de Teotônio Vilela, em outros municípios como, Junqueiro, Campo Alegre (Distrito de Luziápolis) e São Miguel dos Campos, ‘Baiano’ era acusado em crimes.

A ação da polícia conta com militares da 4ª Cia do 3º BPM, serviço de inteligência e apoio aéreo (Falcão 4). A operação continua em andamento na localidade conhecida como ‘Caixa d’água’ e 'Toca da gia'.

Publicidade
Associação Comercial Empresarial Miguelense

0

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vedada a inserção de comentários que contenham palavras torpes e que violem a lei e os bons costumes. O AlagoasWeb poderá retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Deixe seu comentário