Emprego


03/05/2017 | 15:35 | Veja

Repórter de jornal e locutor de rádio estão entre as piores profissões de 2017

Ranking elege as melhores e piores profissões de 2017

Thinkstock/Veja

A melhor profissão é a dos profissionais de estatística


O site norte-americano CareerCast enumerou as melhores e piores profissões de 2017. O ranking analisou 200 atividades profissionais. O levantamento é feito anualmente e leva em conta fatores como demandas físicas, ambiente de trabalho, renda, estresse e perspectivas de contratação. Para o ranking, o site utilizou dados de agências do governo norte-americano.

Assim como em 2016, a pior profissão foi a de repórter de jornal, com expectativa de -8% de crescimento na função. Entre as melhores, quem lidera o ranking é o profissional de estatística, que no ano passado, estava na segunda colocação. O cientista de dados, que antes figurava como a melhor profissão, caiu para a 5º posição.

Confira o ranking com as 10 melhores e piores profissões de 2017:

Publicidade
Associação Comercial Empresarial Miguelense

0

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vedada a inserção de comentários que contenham palavras torpes e que violem a lei e os bons costumes. O AlagoasWeb poderá retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Deixe seu comentário