03/05/2017 | 15:35 | Veja

Thinkstock/Veja

Repórter de jornal e locutor de rádio estão entre as piores profissões de 2017

Ranking elege as melhores e piores profissões de 2017

O site norte-americano CareerCast enumerou as melhores e piores profissões de 2017. O ranking analisou 200 atividades profissionais. O levantamento é feito anualmente e leva em conta fatores como demandas físicas, ambiente de trabalho, renda, estresse e perspectivas de contratação. Para o ranking, o site utilizou dados de agências do governo norte-americano.

Assim como em 2016, a pior profissão foi a de repórter de jornal, com expectativa de -8% de crescimento na função. Entre as melhores, quem lidera o ranking é o profissional de estatística, que no ano passado, estava na segunda colocação. O cientista de dados, que antes figurava como a melhor profissão, caiu para a 5º posição.

Confira o ranking com as 10 melhores e piores profissões de 2017:

Mais Imagens


Leia mais sobre Emprego


Rede estadual do Sine oferta 260 vagas de emprego na capi...

Governo abre 800 mil vagas para cursos técnicos no País

Sine oferece vagas de emprego na capital e interior

Sine Maceió oferece mais de 70 vagas de emprego essa semana

Sine abre vagas de trabalho para diversas áreas

Sine tem mais de 30 vagas para as áreas de vendas e de re...

Petrobras anuncia processo seletivo para Alagoas e outros...

Sine Maceió oferta mais de 300 vagas de emprego

Sete anuncia 250 vagas de emprego para a capital e interior

Sine Maceió oferece vagas em diversas áreas para início i...

Publicidade