Automóvel


01/08/2017 | 16:35 | Garagem 360

Carro riscado? Veja dicas para melhorar a pintura automotiva


Sureshnarsimhan via Visualhunt.com / CC BY-ND


Além de interferirem na aparência do carro, os riscos na lataria afetam o valor de revenda do veículo. Em alguns casos, os arranhados podem ser reparados sem a necessidade de pintar o automóvel. A ChipsAway, empresa especializada no conserto rápido de riscos e amassados em latarias ou para-choques, listou sete dicas conseguir um reparo perfeito:

Carro riscado? Veja dicas para melhorar a pintura automotiva - Foto: sureshnarsimhan via Visualhunt.com / CC BY-ND© Foto: sureshnarsimhan via Visualhunt.com / CC BY-ND Carro riscado? Veja dicas para melhorar a pintura automotiva - Foto: sureshnarsimhan via Visualhunt.com / CC BY-ND

1. Limpeza
Antes de qualquer coisa, o proprietário deve lavar e secar bem o veículo. A área do risco merece atenção especial. Borrife água no local para retirar grãos de areia, cascalho ou poeira que possam ter se alojado no risco.

2. Lixamento
Utilize a lixa de grão 2000 com cuidado, pois o objetivo é a retirada apenas da primeira camada da pintura, o verniz. Lixe somente na direção do risco. Durante o lixamento, enxágue a área trabalhada em intervalos regulares. Isso servirá para ver se o risco diminuiu. Se o risco for mais profundo que o verniz, comece o trabalho com a lixa 1500. Após nivelar a superfície, passe para a de grão 2000. Esta removerá os riscos gerados pela lixa mais grossa. Jamais permita que qualquer sujeira fique entre a lixa e a pintura, já que poderá causar danos maiores.

3. Água
Enxágue a área até que ela fique completamente limpa e seca. Utilize sempre tecidos novos e de qualidade para secar o local. Nunca use aquele pano velho que fica na garagem pegando poeira. Ele pode causar novos danos à pintura.

4. Hora da massa
Aplique a massa de polimento na área previamente preparada. Use o disco da politriz para espalhar o produto no local que foi lixado. Por conta de seu efeito abrasivo, a massa deixará a superfície lisa, pronta para receber a cera automotiva.

5. Polimento
Acione a politriz em velocidade baixa, movimentando o equipamento na área por cerca de 10 segundos. Eleve a velocidade para 2.000 rpm e continue polindo por mais um minuto. Faça movimentos laterais com a máquina. Depois, mova o equipamento para baixo. Essa etapa do trabalho pode levar até cinco minutos, dependendo da potência da politriz e da profundidade do risco. Lembre-se de manter a máquina em movimento constante.

6. Cera
Chegou a hora de encerar a área. A cera funciona como selante da pintura. Aplique o produto com uma máquina orbital de polimento.

7. Último banho
Para encerrar, lave mais uma vez a área reparada. Veja se todos os riscos foram realmente removidos.

Publicidade
Servcon - Contabilidade & Consultoria

0

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vedada a inserção de comentários que contenham palavras torpes e que violem a lei e os bons costumes. O AlagoasWeb poderá retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Deixe seu comentário