10/10/2017 | 07:40 | Noticias ao Minuto

Reuters/Ueslei Marcelino

Lula: 'Sei que tô lascado, todo dia tem um processo'

Ex-presidente disse, ainda, que o juiz federal Sergio Moro lhe deve um pedido de desculpas

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva admitiu estar em situação complicada na Justiça em discurso feito nesta segunda-feira (9) no evento Seminário de Educação Pública, em Brasília.O petista disse, ainda, que não quer absolvição, mas um pedido de desculpas do juiz Sergio Moro, que o condenou a nove anos de prisão pelo caso do triplex do Guarujá.

"Eu sei que eu tô lascado, todo dia tem um processo. Eu não quero nem que o Moro me absolva, eu só quero que ele peça desculpa. Eles estão mexendo com uma pessoa que tem como legado respeitar as pessoas, eu sempre respeitei os de baixo e os de cima. Agora, não tenho medo, e não posso aceitar as mentiras que a Polícia Federal contou a meu respeito, não posso aceitar as mentiras que o Ministério Público contou e não posso aceitar o juiz Moro ter aceito as mentiras e ter feito o julgamento que fez", disse Lula, de acordo com o jornal Extra.

O petista foi aplaudido quando afirmou que não podem impedi-lo de ser candidato. Para Lula, não adianta barrarem sua candidatura a mais um mandato à frente do Palácio do Planalto, pois ele continua tendo influência para escolher um sucessor.

"O objetivo é não deixar o Lula ser candidato? Eu não acho que o Brasil deveria sofrer por conta disso, eu não acho que eles deveriam levar 210 milhões de pessoas a sofrer, a voltar o desemprego só para prejudicar o Lula. Eles acham, e estão fazendo todo santo dia com a certeza de que nós vamos desistir da disputa. O problema deles não é o Lula, porque o Lula é feito de carne e osso e desaparece a qualquer momento. O problema deles é que neste país tem milhões e milhões de jovens, de adultos, de velhos como eu, de crianças que já aprenderam a ter consciência política. Então se eles acham que me tirando da disputa está resolvido o problema deles, façam, e vamos ver o que acontece neste país. Eles chegam a dizer: ah, se o Lula não for candidato, ele não vai ter força como cabo eleitoral. Testem", questionou.

Parlamentares do PT e o ex-ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, visto como alternativa do partido para as eleições presidenciais de 2018, também dicursaram no evento.


Leia mais sobre Política


Lula diz que Dilma 'traiu seu eleitorado' quando anunciou...

Polícia Federal afirma que Aécio e Gilmar Mendes se falar...

Pedoca Jatobá participa de reunião com prefeitos e deputa...

Deputado propõe lei com pena de 30 anos de cadeia para qu...

Deputado Carimbão propõe que mãe do ministro da Cultura d...

Lula se compara ao demônio e pede 'respeito'

Câmara realiza audiência pública sobre LDO e PPA na terça...

ONU inaugura primeiro escritório do Nordeste em Alagoas

'Lula participará da eleição preso ou solto', diz Dilma

Empresário diz que assinou recibos de imóvel ocupado por ...

Publicidade