Alessandro Meireles

Loucura e delírio

Reprodução

Esqueça os aparelhos de TV e rádio. Foi pelo streaming de uma rede social que se viu o Gre-Nal mais pesado da história. Afinal, pela primeira vez uma das maiores rivalidades do futebol brasileiro foi a campo em uma Libertadores, onde loucura e delírio são pré-requisitos entre os participantes.

Se a partida exigia uma conexão segura ou um 4G potente em casa, no gramado o velho e bom jogo de xadrez dos 15 minutos iniciais logo se transformou em um Internacional, como visitante, tomando as rédeas e desperdiçando duas chances que em um clássico soam sempre como pecado.

O Grêmio era lento na hora de recompor e não conseguia agredir o gol adversário. O segundo tempo veio carregado de mais nervosismo e sem alteração nos papéis. Em contra-ataques rápidos, o Colorado teve um gol anulado de Guerrero e duas bolas na trave, com Edenílson e Boschilia.

O Tricolor quebrou a escrita em grande jogada de Pepê, que parou na defesa de Marcelo Lomba e com Luciano, que teve a bola do jogo nos pés, mas errou na tentativa de encobrir o goleiro do Inter.

Já que o gol se recusou a sair, sobraram as tradicionais cenas lamentáveis. Na despedida temporária da Libertadores, o Gre-Nal terminou em pancadaria generalizada, oito (!) expulsões e recorde absoluto de uma transmissão via Facebook – 2 milhões de usuários simultâneos. Fim melancólico para um encontro enorme.

O QUE ROLOU NA RODADA

Vasco 0 x 1 Goiás.  Em mais uma partida de baixo nível técnico, o Cruz-Maltino foi derrotado em São Januário e vai em desvantagem para o segundo jogo da terceira fase da Copa do Brasil. Fábio Sanches marcou o gol do Esmeraldino, que precisa de um empate no dia 18, para avançar.

RAPIDINHAS

Liga Europa.  Seis jogos abriram as oitavas de final do torneio. Destaque para o Manchester United, que goelou o LASK por 5 a 0, fora de casa – e sem torcida. Outros dois visitantes saíram com a vitória: o Shakhtar Donestsk venceu o Wolfsburg por 2 a 1 e o Bayer Leverkusen bateu o Ranger por 3 a 1. 

Coronavírus.  A Conmebol suspendeu os jogos da próxima semana da Libertadores, em virtude da pandemia de coronavírus. Manchester City x Real Madrid, pelas oitavas da Champions, também foi adiado. Ainda ontem, depois que um membro da McLaren testou positivo para o COVID-19, a Fórmula 1 cancelou o Grande Prêmio da Austrália, prova que abriria a temporada.

Ronaldinho Gaúcho.  O ex-jogador continuará preso no Paraguai por, pelo menos, mais cinco dias. A Justiça local  marcou para a próxima terça-feira a perícia nos telefones celulares do ex-jogador e de seu irmão, Assis. Eles estão presos desde o dia 6, por porte de documentos falsos.

Flamengo.  O atacante Bruno Henrique prestou depoimento após a perícia atestar que era falsa a carteira de habilitação apresentada durante uma blitz. Segundo a Polícia Civil, o jogador pode ser indiciado por falsificação de documento, crime que prevê pena de até seis anos de reclusão. 

Atlético.  O Galo anunciou Alexandre Mattos como novo diretor de futebol. O dirigente chegou a um acerto com o clube depois de desistir de assumir o Reading, da segunda divisão da Inglaterra, por não conseguir visto de trabalho.

São Paulo.  O goleiro Tiago Volpi sofreu uma pequena fratura na mão direita durante a vitória sobre a LDU, pela Libertadores. O jogador será desfalque no clássico contra o Santos, amanhã, no Morumbi. A lesão não requer cirurgia.

error: Conteúdo protegido. Você pode solicitar atraves do Whatsapp 82.9311-2225
banner_otica_diniz