Orcilene Maria

Viva+

A Relação entre a má alimentação e o estresse

Reprodução Google

O número de pessoas com estresse cada vez é maior, isso acontece também pelas deficiências de nutrientes e dos maus hábitos alimentares. Porém, o estresse pode ser um problema em si mesmo, podendo conduzir a padrões menos saudáveis.

Entretanto, o estresse nos conduz a um círculo vicioso, no qual nos alimentamos mal pelo fato de estarmos estressados. Veja um exemplo: quando estamos sobre muita pressão ,acabamos que na maioria das vezes ficamos muito estressados, e a tendência é escolhermos alimentos menos nutritivos, aqueles com altos níveis de gorduras saturadas, sódio e açúcar refinado.Com isso, estas escolhas podem criar mais estresse a longo prazo, podendo ocasionar outros problemas de saúde.

Conheça alguns sintomas do estresse

– Fadiga intensa

– Insatisfação pessoal

– Repentinas alterações de humor

– Problemas intestinais, seja, prisão de ventre ou diarreia

– Taquicardia

– Contrações musculares

Vejam alguns alimentos que ajudam a prevenir ou combater o estresse

– Fontes de vitamina B

– Ricos em triptofano

– Chás: melissa, cidreira, camomila, folha do maracujá

– Frutas, legumes e verduras

– Fontes de ômega 3

– Cereais integrais

– Vitamina A e C, entre outros

Uma das maneiras de regular o estresse nos momentos críticos é prestar atenção na alimentação. Evite o consumo em excesso desses alimentos, café, açúcar refinado e sal. Dê preferência a uma alimentação saudável, preservando os bons hábitos, com isso você poderá ter a garantia de um estilo de vida saudável por muito mais tempo.

É importante …

Lembrar que o estresse não está relacionado só a má alimentação, mas também a outros fatores, como por exemplo o psicológico, pois esse aspecto psicológico pode interferir nos maus hábitos alimentares.

error: Conteúdo protegido. Você pode solicitar atraves do Whatsapp 82.9311-2225
banner_otica_diniz