Raqueline da Silva Santos

EscreveNordeste

Celso Furtado – Uma Ideia Viva

Reprodução

Paraibano, nascido em Pombal em 26 de julho de 1920, foi um notável economista que se estivesse vivo em 2020 faria 100 anos. Celso Furtado pode ser considerado como um grande intelectual brasileiro, pois ele dedicou a sua vida para entender o Brasil, sua formação histórica, econômica e social. Produziu projetos de impacto nacional e nos deixou um grande legado pois, sua bibliografia tem mais de 30 livros, além de que, o mesmo não ficou restrito ao espaço acadêmico, foi gestor público, ocupou cargos políticos e foi fundador da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE).

Segundo o site Brasil de Fato “Celso Furtado formou-se em Direito no Rio de Janeiro, serviu na Força Expedicionária Brasileira (FEB) durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945) e doutorou-se em Economia na França. Em 1949, mudou-se para Santiago, no Chile, para integrar a recém-criada Comissão Econômica para a América Latina (Cepal), órgão da ONU voltado para o desenvolvimento regional”.

Uma das obras mais famosas de Celso Furtado é “a formação econômica do Brasil”, nessa obra-prima Furtado descreveu o desenvolvimento da economia brasileira, falando de cada etapa produtiva em cada período histórico. Formação econômica do Brasil é um livro que deveria ser lido por todos os brasileiros, pois a partir desta obra compreenderíamos nosso passado, nosso presente e nosso futuro.

O intelectual também ocupa a Academia brasileira de Letras desde 1997, pois seus estudos têm bastante relevância política, econômica e social. Estudantes, universitários, pesquisadores, movimentos sociais e a sociedade brasileira deveria conhecer a obra de Furtado, pois ela nos permite ir além, é nos dá uma compreensão de como somos submissos em relação aos ditos países desenvolvidos. Para Furtado, “”a primeira condição para libertar-se do subdesenvolvimento é escapar da obsessão daqueles que se auto intitulam desenvolvidos, é assumir a própria identidade na crise de civilização que vivemos. Somente a confiança em nós mesmos poderá nos restituir a esperança”.

Celso Furtado faleceu em 2004, mas permanece vivo entre nós. Para conhecer um pouco mais desse autor tão significativo para o Brasil e para o Nordeste esse ano de 2020, que seria seu centenário foram feitas muitas homenagens, como: palestras, eventos e publicações de livros em memória a Furtado e a relevância de suas obras.

Estudar é tão revolucionário, que muitas vezes somos impedidos(as) de termos acesso a uma boa educação. É por isso que o @escrevenordeste quer incentivar vocês a conhecerem um pouco do legado de autoras e autores do Nordeste, para você se inspirar e ir além (Raqueline da S. Santos)

Fonte

Livros
Celso Furtado. Formação Econômica do Brasil. Companhia das Letras, 2005.
Celso Furtado (1992). Brasil: a construção interrompida. Rio de Janeiro: Paz e Terra, p. 79.

Site
Centro Celso Furtado; Brasil de Fato; E-biografia; interpretesdobrasil.org

error: Conteúdo protegido. Você pode solicitar atraves do Whatsapp 82.9311-2225
banner_otica_diniz