Mala apreendida pela PF em Arapiraca guardava quase R$ 500 mil; Empresário foi preso em Boca da Mata

Publicado por Redação

Fonte AlagoasWeb

Imagens Ascom PF/AL

14 de outubro de 2020 às 16:09

Ascom PF/AL
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no print
Compartilhar no telegram

A Operação ‘Seguro-Mamata’, desencadeada na manhã desta quarta-feira (14), pela Polícia Federal em Alagoas, apreendeu no município de Arapiraca, com uma servidora pública, uma mala com aproximadamente R$ 500 mil em dinheiro.

De acordo com a PF, uma organização criminosa atua desde 2016 fraudando o Seguro-Desemprego nos Estados de Alagoas, Pernambuco, Sergipe e São Paulo. O prejuízo causado pelo esquema criminoso pode passar dos R$ 12 milhões.

40 mandados de busca e apreensão e um de prisão, expedidos pela Justiça Federal em Alagoas, foram cumprindo durante a ação. 16 servidores públicos investigados devem ser afastados de suas funções.

Veja

Operação da PF cumpre mandados contra fraudes no Seguro-Desemprego em Alagoas e outro estados

O delegado da Policia Federal em Alagoas, Leopoldo Lacerda, explicou que o núcleo da organização criminosa funcionava em Arapiraca, com ramificações nos municípios de Maceió, São Miguel dos Campos, Anadia, Coruripe, Palmeira dos Índios, União dos Palmares, Boca da Mata, Limoeiro de Anadia, Maribondo e Atalaia.

Uma pessoa, que não teve o nome revelado, foi presa em Boca da Mata. O suspeito atuava como empresário no município.

A ação da PF apreendeu ainda computadores, celulares, documentos e equipamentos eletrônicos de armazenamento. Todo o material foi recolhido para perícia na sede da instituição policial em Maceió.

A polícia também cumpriu mandados em Aracaju (SE), Palmares (PE) e nos municípios de Franco da Rocha e Barueri, no interior de São Paulo.

loading...
error: Conteúdo protegido. Você pode solicitar atraves do Whatsapp 82.9311-2225
banner_otica_diniz