Alagoas conta mais oito mortes por Covid, três são do interior, Marechal, Maragogi e Taquarana

Publicado por Redação

Fonte Agência Alagoas

Imagens Alexandre Brum

10 de janeiro de 2021 às 18:48

Alexandre Brum

O Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), deste domingo (10/01), confirma mais 433 novos casos de Covid-19 em Alagoas. Dessa forma, o estado tem um total de 108.542 casos confirmados do novo coronavírus até o momento, dos quais 2.427 estão em isolamento domiciliar. Outros 103.193 pacientes já finalizaram o período de isolamento, não apresentam mais sintomas e, portanto, estão recuperados da doença. Há 8.677 casos em investigação laboratorial. Foram registradas mais oito mortes em território alagoano. Com isso, Alagoas tem 2.561 óbitos por Covid-19.

Os casos confirmados de pessoas com a Covid-19 estão distribuídos nos 102 municípios alagoanos. Em relação ao quadro total de óbitos em Alagoas, estão confirmados 2.561 óbitos por Covid-19, mas, oito deles, eram de pessoas residentes em Pernambuco, São Paulo, Santa Catarina e Bahia, tendo como vítimas seis homens e duas mulheres. Dos 2.553 óbitos de pessoas residentes em Alagoas, 1.434 eram do sexo masculino e 1.119 do sexo feminino. Eram 1.132 pessoas que residiam em Maceió e as outras 1.421 moravam no interior do Estado, segundo o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs), da Sesau.

Para ter acesso ao boletim epidemiológico, baste clicar neste link e baixar os dados da Covid-19.

Óbitos – No boletim deste domingo (10/01), mais oito mortes foram confirmadas, laboratorialmente, por causa do novo coronavírus, sendo cinco vítimas da capital alagoana e três do interior do Estado. As vítimas de Maceió eram três homens de 58, 64 e 89 anos e duas mulheres de 81 e 90 anos.

O homem de 58 anos, era diabético, tinha diabetes, hipertensão e morreu Hospital da Mulher (HM), em Maceió; o homem de 64 anos, tinha doença cardiovascular e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; o homem de 89 anos, era hipertenso, diabético, cardiopata, obeso, tinha Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) e morreu na Santa Casa de Maceió; a mulher de 81 anos, tinha diabetes, pneumopatia crônica, depressão e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; e a mulher de 90 anos, tinha diabetes, hipertensão, sequelas de um Acidente Vascular Cerebral (AVC), doença de Parkinson e morreu na Santa Casa de Maceió.

As três vítimas que residiam no interior eram homens, de 56, 68 e 81 anos. O homem de 56 anos, morava em Taquarana, tinha hipertensão, diabetes e morreu no Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca; o homem de 68 anos, morava em Maragogi, tinha doença cardiovascular crônica, obesidade e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; e o homem de 81 anos, morava em Marechal Deodoro, era hipertenso e também morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió.

error: Conteúdo protegido. Você pode solicitar atraves do Whatsapp 82.9311-2225
banner_otica_diniz