Henri Castelli aparece com rosto machucado e conta ter sofrido agressão quando esteve em Alagoas

Publicado por Redação

Fonte Diario do Nordeste

Imagens Reprodução/Instagram

12 de janeiro de 2021 às 5:40

Reprodução/Instagram
O ator alega que o ataque ocorreu “de forma gratuita e de surpresa” em dezembro, sem que houvesse qualquer discussão com o agressor

O ator Henri Castelli afirmou na noite desta segunda-feira (11) ter sofrido agressões físicas que ocasionaram uma fratura em sua mandíbula em Alagoas. Com o rosto ainda inchado e chorando, Castelli gravou uma série de stories no Instagram alegando que as agressões ocorreram “de forma gratuita e de surpresa” em dezembro, quando ele estava reunido com um grupo de amigos.

Na semana passada, o ator foi internado e submetido a uma cirurgia de emergência no Hospital Albert Einstein. Castelli afirma ter circulado fake news que alegavam que ele havia se envolvido em uma briga. No entanto, ele afirma ter sofrido “chutes e socos” de um homem que o derrubou no chão e iniciou as agressões, sem que houvesse qualquer discussão.

“Eu fui agredido covardemente sem que eu pudesse reagir ou me defender”, afirma Castelli. “O que aconteceu foi que eu estava com alguns amigos e do nada eu fui puxado pelas costas, pelo pescoço, jogado no chão e fui agredido”, conta.

O ator sofreu uma fratura exposta na mandíbula e afirma que, após as agressões, teve a impressão de que a boca estava pendurada. “A impressão que eu tinha era que a minha boca estava pendurada naquele momento. Eu liguei imediatamente para a minha dentista, que me orientou a ir para um hospital mais próximo e procurar atendimento, e assim foi o que eu fiz”, relata.

Castelli deu entrada na Santa Casa de Alagoas, informando haver sofrido um acidente enquanto malhava. O ator conta que decidiu mudar a versão do que de fato aconteceu para não preocupar os filhos e os pais.

Investigações

Um boletim de ocorrência denunciando o crime foi registrado pelo ator, que foi submetido a exames de corpo de delito. Castelli afirma que depoimentos de testemunhas já foram colhidos na delegacia onde o caso foi registrado e está sendo investigado. 

error: Conteúdo protegido. Você pode solicitar atraves do Whatsapp 82.9311-2225
banner_otica_diniz