Cinco lugares para fazer turismo no Nordeste do Brasil

fonte

Redacao_2 /

AlagoasWeb com agências

imagem

Reprodução

data - hora

07 de março de 2019 às 10:20

fonte

Redacao_2 /

AlagoasWeb com agências

imagem

Reprodução

data - hora

07 de março de 2019 às 10:20

Reprodução

O valor atual do dólar assusta, mas faz com que o turismo interno no Brasil cresça. Num pais que não perde nada em beleza, em vez de gastar fortunas com dólares e euros, porque não explorar destinos baratos dentro do país?

O Brasil é rico em tudo quando se fala em turismo, praias paradisíacas, locais históricos, turismo religioso e muito mais. Selecionamos cinco lugares no Nordeste que você pode conhecer sem gastar tanto.

Sirinhaém, Pernambuco

Pertinho de Recife, e cheio de praias lindas, o local é point de parada para quem curte o tradicional carnaval da região. A simpática e aconchegante Sirinhaém, a cerca de 76km da capital pernambucana, é pequena, cerca de 45 mil habitantes. Praias como Barra do Sirinhaém, Gamela e Guadalupe impressionam por suas extensas faixas de areia dourada e muitos coqueiros, e a Ilha de Santo Aleixo, situada em mar aberto, é um convite para um mergulho preguiçoso em suas águas rasas e quase sem ondas. O município ainda guarda vários monumentos históricos bacanas, como engenhos de açúcar, igrejas, casarões do século 19 e o Convento de Santo Antônio, construído em 1645.

Maragogi, Alagoas

Dunas e piscinas naturais são destaques dessa região, porta de entrada para os Estados de Alagoas e Pernambuco. Maragogi tem a fama de ser um dos destinos mais baratos do Nordeste, e também um dos mais bonitos. Passagens ônibus entre a capital Maceió e a cidade, situado no litoral norte de Alagoas, não custa mais de R$ 15,00. Maragogi esbanja belezas naturais de tirar o folego. O principal atrativo, claro, são as praias, com águas cristalinas, extensas faixas de corais e as muitas piscinas naturais – destaque para as de Barra Grande, Taocas e Barreira de Peroba – ideais para quem busca sossego e tranquilidade.

Alcântara, Maranhão

As ruínas da Igreja da Matriz são uma das atrações principais da cidade histórica de Alcântara, no Maranhão. Passear por lá é como viajar no tempo. O pequeno município guarda um conjunto de mais de 300 construções coloniais, como sobrados, igrejas e palácios herdados do século 18, período em que viveu seu apogeu com as lavouras de cana-de-açúcar e algodão. Da Praça da Matriz, onde fica a barroca (e em ruínas) Igreja do Carmo, até residências decadentes de antigos barões, caminhar pelo centro da cidade é ter uma aula de história ao vivo. A dica é chegar via São Luís e viajar cerca de uma hora de barco. Aproveite o barco para parar na Ilha do Livramento, onde há uma praia deserta irresistível. Em Alcântara, também é possível testemunhar as manifestações culturais típicas maranhenses. Entre elas, a Festa do Divino no mês de maio, que inclui, além de procissões e missas, muita música, dança e queima de fogos. Com certeza um dos destinos baratos mais imperdíveis pelo Brasil!

Chapada das Mesas, Maranhão

Com cerca de 160 mil hectares, o Parque Nacional da Chapada das Mesas é uma das reservas naturais mais belas do Nordeste brasileiro e criada mais recentemente (em 2005). O cenário de formações rochosas esculpidas pelo vento e pela chuva são de uma beleza surpreendente, além das diversas cachoeiras, entres elas a famosa Cachoeira de Pedra Caída, com uma queda de 50 metros que forma uma piscina natural. Os aventureiros podem fazer rapel, rafting e tirolesa e para quem quer relaxar, um mergulho em um dos poços de água cristalina – como o Poço Azul e Poço Encantado – vai ser uma experiência inesquecível. Dica: para visitar o parque, a dica é usar cidades de Carolina, Riachão, Estreito ou Imperatriz como base.

Bom Jesus da Lapa, Bahia

A cidadezinha banhada pelo Rio de São Francisco tem o apelido de Capital Baiana da Fé, o Santuário de Bom Jesus da Lapa recebe 2 milhões de visitantes todo ano, tamanho o número de fiéis e turistas que visitam o local. Além do santuário, o morro de mesmo nome em estilo gótico tem nada menos que 15 outras grutas abertas à visitação, dando um clima místico e fascinante à região. Outras atividades incluem passeio de lancha pelo Rio São Francisco e provar as comidas típicas no Mercado Municipal. A cidade está distante de Salvador (800km), mas uma boa pedida é fazer uma road trip saindo da capital, e parando no caminho para conhecer localidades como Jequié, Brumado e Guanambi

error: Conteúdo protegido. Você pode solicitar atraves do Whatsapp 82.9311-2225
banner_otica_diniz