Facebook irá permitir transferência de postagens para outras plataformas

fonte

Redação /

CNet

imagem

Reprodução

data - hora

20 de abril de 2021 às 8:18

fonte

Redação /

CNet

imagem

Reprodução

data - hora

20 de abril de 2021 às 8:18

Reprodução

O Facebook anunciou que, a partir desta segunda-feira (19), irá disponibilizar uma ferramenta que permite que usuários transfiram postagens e anotações para o Google Documents, Blogger e WordPress.com. A medida visa diminuir as acusações de que a rede social esteja monopolizando o mercado sem dar chances às empresas rivais.

O Facebook já permite que os usuários transfiram fotos para o Google Fotos, Dropbox, Backblaze e Koofr. A rede social também disponibiliza o download de uma cópia das informações fornecidas à plataforma.

Mas, segundo Steve Satterfield, diretor de Privacidade e Políticas Públicas do Facebook, com intuito de ampliar a ferramenta, a empresa espera “avançar nas conversas com legisladores, desenvolvedores e especialistas” para facilitar ainda mais as portabilidade de dados para plataformas terceiras. Oferecendo, assim, mais liberdade de escolha aos usuários.

“Planejamos continuar expandindo nossos tipos de dados e parceiros no futuro. No entanto, o ecossistema que estamos construindo para oferecer suporte à portabilidade de dados não se concretizará sem regulamentação que esclareça quais dados devem ser portáveis ​​e quem é responsável por protegê-los quando transferidos”, explicou o diretor em um comunicado.

Para acessar a área de transferência de postagens e notas o usuário deve acessar as configurações do aplicativo, clicar em “Suas informações do Facebook” e em seguida tocar em “Transferir suas informações”. Para concluir o processo, a plataforma solicitará senha e destino de transferência, depois basta confirmar a ação.

Acusações contra o Facebook

Assim como a Amazon e o Google, o Facebook enfrentou no ano passado diversos processos separados que o acusavam de sufocar ilegalmente sua competição ao abocanhar seus rivais e prejudicar os consumidores com proteções de privacidade mais fracas. A Federal Trade Commission e 48 procuradores-gerais observaram que a dificuldade que usuários tinham em transferir informações forçava-os a permanecer no Facebook.

error: Conteúdo protegido. Você pode solicitar atraves do Whatsapp 82.9311-2225
banner_otica_diniz