Por que você não deve comer nem a ‘parte limpa’ de alimentos com mofo

fonte

Redação /

Site de Curiosidades

imagem

Reprodução

data - hora

18 de abril de 2021 às 10:58

fonte

Redação /

Site de Curiosidades

imagem

Reprodução

data - hora

18 de abril de 2021 às 10:58

Reprodução

Quem nunca se deparou com um pão mofado e comeu a parte “limpa” que atire a primeira pedra. A verdade é que todo mundo já passou por essa situação alguma vez na vida, seja ela com um pão, bolo ou qualquer outro alimento que parecia até bom o suficiente para não ser inteiramente jogado fora.

O que parecia algo inofensivo, no entanto, é bastante perigoso e não deve ser encorajado. Pode ser tentador cortar a parte condenada diante da opção de desperdiçar comida, mas confie em mim: não vale a pena. Muita gente tem coragem inclusive de raspar fora o mofo e comer o que sobra.

O brasileiro é muito apegado a ideia de que “o que o olho não vê, o coração não sente”, mas intoxicações alimentares não são tão simples assim. Só porque você não vê, não significa que aquele alimento não esteja infectado. O que interessa nessa situação toda é que realmente não vale a pena se expor ao risco.

A maior parte do mofo que afeta os alimentos é um tipo de fungo, sem dúvida um dos reinos mais secretos da Terra, separado dos animais e plantas como eucariotos. Seus corpos frutíferos ficam altos e orgulhosos sobre qualquer solo em que eles se fixarem, mas por baixo ocorre uma guerra de fungos e hospedeiros que se estende além do molde visível que podemos ver na superfície do pão. O bolor limoso, um organismo que pode se agregar para formar uma colônia e se mover pelo ambiente, não está incluído neste grupo, pois eles são na verdade um tipo de ameba.

Dependendo do alimento, o mofo pode penetrar profundamente em seu núcleo usando uma série de raízes chamadas hifas, que se espalham facilmente por alimentos macios, como o pão. Alguns são seguros para comer e até mesmo selecionados por humanos para consumo, incluindo aqueles usados para criar queijo “azul” e molho de soja. No entanto, há muitos outros fungos que devem ser evitados e, se você comer seus corpos frutíferos visíveis ou as hifas escondidas abaixo, poderá se encontrar em uma emergência médica.

Infelizmente, a situação é geralmente ainda mais grave do que parece. Por mais que não pareça, provavelmente todo o saco de pão esta comprometido. Quando o mofo se torna visível, significa apenas que ele atingiu o estágio de reprodução, mas seus esporos já estão no ambiente e você simplesmente não pode ve-los. Isso significa que todo aquele ambiente dentro do saco de pão já foi infectado.

Embora seja verdade que você pode ter sorte e ter uma espécie benigna de mofo em seu pão, detectar a diferença entre mofo bom e ruim é quase impossível e a ameaça se aplica a qualquer alimento que tenha sido contaminado. Um relatório sobre pão mofado do Business Insider detalha o caso de um casal idoso que foi levado ao hospital com graves tremores musculares após comer uma sopa enlatada mofada. O autor do crime foi Penicillium crustosum (sim, como o antibiótico), que é conhecido por liberar micotoxinas, um tipo de veneno.

error: Conteúdo protegido. Você pode solicitar atraves do Whatsapp 82.9311-2225
banner_otica_diniz